Sindiauditoria sorteia um par de ingressos para assistir “Eu Confesso”

O monólogo “Eu Confesso” volta ao palco da Casa do Teatro, que fica na Praça XV de Novembro, em Florianópolis, na próxima semana. As sessões ocorrem na sexta-feira (10) e no sábado (11), sempre às 20 horas. Este mês, em especial, Sindiauditoria vai sortear um par de ingressos para quem curtir e comentar o post da promoção no Facebook até quinta-feira (9).

Na história, o Auditor Interno do Poder Executivo aposentado Édio Nunes vive um Deus “desendeusado”, preocupado com as decisões da criação. O personagem passa boa parte do tempo sentado, de pijama e pantufas, tomando alguns medicamentos e questionando seu trabalho. O texto e a direção são de Antônio Cunha.

O sorteio será feito na próxima quinta-feira (9), às 18 horas, no prédio da Diretoria de Auditoria Geral (DIAG), com a presença de três associados que não façam parte da diretoria atual da instituição. O valor dos ingressos será entregue ao vencedor antes do final de semana.

Outras informações pelos telefones (48) 9923-4805 ou 8405-4118.

Folder Digital Julho 2015

Sindiauditoria sorteia livros sobre sustentabilidade e contratações públicas

O auditor interno do Poder Executivo Thiago Pereira de Freitas, integrante da Diretoria de Auditoria Geral (DIAG) da Secretaria de Estado da Fazenda, lançou no fim do ano passado o livro “Sustentabilidade e as Contratações Públicas?”. OSindiauditoria sorteará dois exemplares do livro para os usuários que participarem da promoção, na página do Facebook, até sexta-feira (20).

Segundo Freitas, o livro trata, entre outros tópicos, da importância que aquisições governamentais sejam baseadas também no aspecto da sustentabilidade. “Acho que o mais importante de toda a pesquisa foi chegar à conclusão que a administração pública adquire bilhões e bilhões de reais em compras das mais variadas, assim sendo, deve fazer suas aquisições não mais baseadas apenas no menor preço da proposta, mas sim, sob o aspecto da sustentabilidade”, afirma. E continua: “De que adianta o governo comprar um produto que tem seu preço de aquisição mais em conta, se ao final de sua vida útil o preço de descarte do produto é grande?”, questiona.

Por fim, o autor propõe a quebra de um dos maiores paradigmas das contratações públicas brasileiras, qual seja: o do menor preço. Há que se dar às diretrizes que balizam as compras governamentais os rumos da sustentabilidade. A Nova Vantajosidade ou a Vantajosidade Sustentável é uma nova proposta para as contratações públicas, que obrigatoriamente devem observar os parâmetros sustentáveis, sem se preocupar cegamente com o menor valor de aquisição.

O material é resultado das pesquisas feitas durante os mestrados em Ciência Jurídica, na Universidade do Vale de Itajaí (UNIVALI), e em Direito Ambiental e da Sustentabilidade, na Universidade de Alicante, na Espanha. Para agosto deste ano, Thiago planeja lançar seu segundo livro chamado “O que é sustentabilidade?”.

Serviço

Título –  “Sustentabilidade e as Contratações Públicas?”, de Thiago Freitas

Editora –  Livraria e Editora Lumen Juris

Páginas – 178

Valor – Em média R$ 56 (Disponível na loja online das livrarias Saraiva e Cultura).

Com informações da Ascom da Secretaria de Estado da Fazenda